Propostas da Chapa 10

 

                                             Fonte: Chapa 10

Plataforma Resumida de Gestão CHAPA 10 – Denise Pires e Fred

As universidades públicas, gratuitas, democráticas e inclusivas devem ter administração eficiente e com diálogo amplo e plural com a comunidade universitária. As ações prioritárias da nossa Plataforma são:

• Criar unidades de atendimento psicopedagógico nos Centros, com atendimento nas unidades isoladas e nos diferentes campi;
• Fortalecer a política de bolsas de assistência estudantil, garantindo sua prioridade máxima no orçamento e discutindo seu formato sempre com ampla participação dos estudantes em busca de mais eficiência, transparência e democracia;
• Criar a Superintendência para o Desporto Estudantil no âmbito da PR7;
• Melhorar a infraestrutura física e a segurança de modo a garantir o funcionamento de salas de estudo e bibliotecas com funcionamento noturno, a instalação de redes sem fio e acesso à internet em todos os campi da UFRJ;
• Criar a Superintendência de Acessibilidade e oferecer suporte às unidades acadêmicas para a efetivação da acessibilidade na UFRJ;
• Propor a criação do Conselho Superior de Administração e Gestão de Pessoal (CSAGP) junto à PR4 para discutir a política de pessoal de forma democrática e transparente;
• Instituir o dimensionamento e a Comissão Temporária de Alocação de Vagas (COTAV) para servidores técnico-administrativos, descentralizando os concursos;
• Melhorar a estrutura de trabalho da CPST, objetivando melhorar o dimensionamento de pessoal, agilizar os processos de trabalho e promover melhores condições de trabalho para os servidores;
• Criar programa de qualificação, em parcerias com as unidades de ensino, objetivando a criação de cursos com programas voltados para áreas de atuação específicas. Essas ações contemplarão a criação de cursos de Mestrado Profissional com foco na qualificação dos servidores da UFRJ;
• Garantir infraestrutura de ensino nas salas de aula, através da sua geolocalização, sua ocupação inteligente e a instalação do chamado “Padrão Mínimo de Qualidade” para o seu funcionamento, com a avaliação das salas pelos docentes e discentes;
• Subsidiar a criação de novos laboratórios de pesquisa, mesmo que em estruturas compartilhadas inicialmente;
• Garantir que todos os docentes tenham seus respectivos gabinetes, preferencialmente compartilhados ou nos ambientes de laboratórios de pesquisa ou ensino;
• Criar mecanismos institucionais para facilitar a busca de fomento em agências nacionais, internacionais e empresas, criando um escritório para gerenciamento dos projetos, ligado à PR3;

• Regulamentar as atividades de pesquisa de acordo com o Marco Legal de Ciência e
Tecnologia.

 

« Janeiro 2020 »
Janeiro
DoSeTeQuQuSeSa
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031
Unidades

BOTAO_COPPEBOTAO_EPBOTAO_EQBOTAO_NIDES

Revalidação de Diplomas

Formulários